Conheça o Aquífero Guarani em Botucatu

A cidade de Botucatu, a 235 km de São Paulo, está localizada na borda do chamado Aquífero Guarani.

21/03/2013

Conheça o Aquífero Guarani em Botucatu

 

A cidade de Botucatu, a 235 km de São Paulo, está localizada na borda do chamado Aquífero Guarani, uma das maiores reservas de água subterrânea do mundo e a maior da América do Sul. O Aquífero é uma formação geológica com muita areia e pouca argila, características que facilitam a absorção das águas das chuvas que ficam confinadas em rochas a centenas de metros de profundidade.

De acordo com a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) as cidades de Pardinho, Conchas, São Manuel, Torre de Pedra, Bofete e Itatinga, todas na mesma região, possuem mais de 40% de sua área no afloramento do Aquífero Guarani.

A região do afloramento é atravessada pelos rios Tietê, Piracicaba, Mogi-Guaçu, Pardo e Paranapanema, entre outros de menor caudal, como o rio do Peixe e o rio São José dos Dourados.

O Aquífero Guarani se espalha também pelos territórios da Argentina, do Paraguai e do Uruguai, mas pelo menos 70% dele está no Brasil, ocupando oito estados. As estimativas apontam que 15 milhões de pessoas vivem nas áreas abrangidas pelo Aquífero.

Um artigo publicado pelo Departamento de Geociências Aplicadas ao Ensino – Instituto de Geociências da Unicamp – aponta que no País o Aquífero tem uma área de cerca de 839.800 quilômetros quadrados. A profundidade máxima registrada é de 1.800 metros.

No Brasil, a água é utilizada para diversos fins, como o abastecimento público (por meio de poços artesianos) e a irrigação do campo.

Inicialmente o Aquífero era chamado de Botucatu, mas o nome definitivo só veio após a década de 70, com o mapeamento completo de sua extensão. O termo Guarani foi dado pelo geólogo uruguaio Danilo Anton como homenagem à nação indígena que habitava a região antes mesmo da chegada dos europeus ao nosso continente.

 

leia mais:

Casa do Lago é inaugurada na Riviera XIII
Casa do Lago é inaugurada na Riviera XIII

Casa do Lago é inaugurada na Riviera XIII

Com decoração rústica e comida típica caipira, o local resgata o ambiente de fazenda e é mais uma opção para quem aprecia o clima do interior.

27 de Abril de 2017

Trapiche: um espaço para relaxar no Santa Bárbara
Trapiche: um espaço para relaxar no Santa Bárbara

Trapiche: um espaço para relaxar no Santa Bárbara

O local, que possui rampa para descida de barcos não motorizados, funciona também como um espaço de lazer e convivência à beira do lago. 

26 de Abril de 2017

Momentum
Voltar ao topo
SUCESSO 
 
texto
mensagem
texto