9 hábitos para a saúde do corpo e da mente

Segundo a OMS, a saúde não é somente ausência de enfermidade, mas um estado de completo bem-estar físico, mental e social. Por isso, saiba como cuidar bem da sua, por completo. 

07/04/2016

9 hábitos para a saúde do corpo e da mente

No dia 7 de abril é comemorado o Dia Mundial da Saúde, data criada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), a fim de ampliar a visão do mundo sobre o que significa ser saudável.

Para a Organização, a saúde não é somente ausência de enfermidade, mas um estado de completo bem-estar físico, mental e social.

Por isso, cuidar do corpo - e também da mente - é essencial para manter-se bem e prevenir diversas doenças.

Confira 9 hábitos para viver melhor:

Viva em contato com a natureza: Já falamos no blog sobre o poder dos ambientes naturais para a saúde (quem não leu, clique aqui para conferir). Diversos estudos e pesquisas pelo mundo são enfáticos ao dizer que a vegetação melhora o bem-estar mental e a saúde das pessoas.

Que tal aproveitar ao máximo o benefício em um dos empreendimentos da Momentum, que possuem natureza em abundância? 




Mexa-se: A atividade física é benéfica tanto para o corpo quanto para a mente. Ela oxigena o cérebro, libera o hormônio do prazer – a endorfina – gerando assim maior sensação de bem-estar e bom humor, além de fortalecer os músculos e trazer outros benefícios diversos (como aqueles mais aparentes que todo mundo busca para se sentir mais atraente). Experimente trocar 30 minutinhos de Facebook e Whatsapp por uma caminhada, corrida, dança ou outra atividade de sua preferência e verá as melhorias para sua saúde.  Faça disso um hábito! 



Deixe de lado os maus hábitos: Álcool, tabaco e outras drogas são nocivos ao organismo, limitam a capacidade cognitiva e podem trazer mais prejuízos em longo prazo. A OMS relata que a ingestão nociva de bebidas alcoólicas faz mais de 3 milhões de vítimas por ano e que o tabagismo é  a principal causa de morte evitável no mundo, matando mais de cinco milhões de pessoas anualmente.

Então, melhor evitar o vício, né?

Tenha boa alimentação: Todo mundo sabe, mas não custa nada lembrar que é preciso ter uma dieta equilibrada, com mais frutas e verduras e menos gorduras e açúcares. Para quem não é muito de fã verduras, legumes e afins, a dica é começar a misturá-los em pedaços bem pequenos na refeição; assim eles passam mais despercebidos e quando se der conta, o paladar já estará habituado. 



Beba água ao acordar: De acordo com a nutricionista Vanderli Marchiori, da Associação Paulista de Nutrição, beber um copo de água pela manhã tem efeito desintoxicante. Além de hidratar, a água ativa a musculatura e o funcionamento do intestino. Ela também contribui para o funcionamento correto do cérebro, já que quando estamos bem hidratados, as células cerebrais recebem sangue oxigenado e deixam o cérebro mais alerta.

Durma bem: A falta de sono causa irritabilidade, traz danos à memória, à concentração, gera indisposição, dentre outros prejuízos. Por isso, é muito importante ter boa qualidade de sono, dormindo, se possível, as 8 horas recomendadas a um adulto.



Exercite o cérebro: Estimule sua mente com a leitura de algo que desperte o interesse e te traga mais conhecimento. Os neurologistas afirmam que a leitura diária alivia o stress, melhora o sono e mantém o cérebro ativo, protegendo inclusive a memória. Estimular o cérebro com livros, palavras cruzadas, sudoku e outros exercícios para a memória pode prevenir doenças cerebrais como o Alzheimer. 

Pratique relaxamento: O simples ato de respirar fundo várias vezes ao dia pode trazer benefícios como relaxamento muscular, diminuição dos giros mentais e estabilização da frequência cardíaca. Outras formas de relaxar são contrair e relaxar a musculatura (você pode fazer isso enquanto dirige ou trabalha, por exemplo), fazendo atividades que te deem prazer, praticando yoga ou meditação e, acredite, deitando e rolando no chão – o que ativa o relaxamento de músculo por músculo do corpo.



Ao despertar, tenha pensamentos positivos: Não dê espaço para as reclamações matinais como “Droga, está na hora de acordar” ou “Que saco, tenho que ir trabalhar (ou estudar)”. Antes desses pensamentos ruins dominarem sua mente, pense em como você quer que seja o seu dia, imagine somente coisas boas (ainda que você saiba que vai ter aquela reunião tensa com o chefe). Até porque, de acordo com um estudo realizado na Universidade de Stanford, divulgado na GQ Brasil, “o ato prejudica o funcionamento de neurônios do hipocampo, parte da massa cinzenta que cuida da resolução de problemas, do funcionamento cognitivo e da memória”. 

Além disso, há incontáveis estudos mundo afora que provam a cada dia que emoções positivas são capazes de tornar uma pessoa mais saudável.

E pare pra pensar: se o stress em doses altas (emoção negativa) é capaz de causar reações que fazem o coração bater mais forte, aumentar a pressão, entre outras que nos causam mal-estar, por que o contrário (ter emoções positivas) não surtiria efeitos benéficos no nosso corpo, não é mesmo? Então, vamos praticar! 

leia mais:

Casas com estilo tropical
Casas com estilo tropical

Casas com estilo tropical

Casas tropicais devem ser frescas, iluminadas, práticas e relaxantes. Geralmente com característica rústica, contam com a presença de materiais naturais em todos os ambientes. 

16 de Março de 2016

Árvores no quintal: porque nem só de flores vive o seu jardim
Árvores no quintal: porque nem só de flores vive o seu jardim

Árvores no quintal: porque nem só de flores vive o seu jardim

Todos conhecem a importância de se plantar uma árvore, mas poucos a acrescentam nos seus projetos paisagísticos. Conheça algumas espécies ornamentais, ideais para cada espaço, capazes de embelezar ainda mais o seu quintal.

30 de Setembro de 2016

Momentum
Voltar ao topo
SUCESSO 
 
texto
mensagem
texto