Flores na janela

Tenha sempre uma visão mais colorida e romântica do lado de fora da casa ao abrir a janela e se deparar com lindas flores como moldura. 

16/10/2015

Flores na janela

Como é agradável abrir a janela de casa, ver a beleza das flores e sentir seu perfume! Essa sensação pode ser facilmente desfrutada com flores nas janelas, que devem sempre estar situadas onde houver incidência de sol.

Para isso, as espécies pendentes são as mais utilizadas. Frequentemente vistas na Europa para adornar hotéis e casas, elas são o ponto alto das fachadas mais enfeitadas, atraindo a atenção de quem passa.

As mais comuns são o gerânio e a petúnia, mas há uma grande diversidade de espécies que podem ser usadas por nós, brasileiros, que temos sol e calor na maior parte do ano.
 
Saiba alguns cuidados que devem ser tomados e quais espécies são mais indicadas:
 
O gerânio é de fácil cultivo, gosta de terra fértil, sol pleno, regas diárias e suas mudas são feitas por estacas de galhos. Pode ser plantado em vasos individuais ou em jardineiras maiores, o que dará mais volume ao arranjo.

A petúnia requer mais de uma rega diária, para não murchar, e também gosta de sol pleno. O ideal é misturar a terra adubada com um pouco de barro para manter a umidade. Para fazer mudas, devem-se separar as touceiras e replantá-las.

A lantana rasteira, além de dar muitas flores durante todo o ano, ainda atrai borboletas. Gosta de sol, regas moderadas e terra fértil. Sua propagação pode ser feita por estacas de galhos.

A azulzinha não é uma planta pendente, mas forma belas touceiras, o que cria um belo volume. Gosta de sol, regas moderadas e terra fértil misturada com areia de rio. Também é possível fazer mudas por estacas de galho.
 
Podemos misturas as “pendentes” com espécies não pendentes – como amor-perfeito e tagetes – ou com folhagens, como coléus, hera, suculentas e muitas outras.  Temperos também são opções interessantes.

O importante é que o arranjo fique harmônico e bem colorido e que todas as espécies combinadas tenham as mesmas características quanto à insolação, à rega e ao tipo de terra – informações que podem ser detalhadas com a orientação do seu paisagista. 










Por Marisa Lima, paisagista.
Fontes das imagens:

deavita.fr
depositosantamariah.blogspot.com.br
lapequetita.com.br
lasfloresdepepilo.blogspot.com
pequenaarteira.blogspot.com.br
starmanner.com
updatemesmo por jabuticabeiranoquintal.blogspot.com.br
www.windowboxcontest.com

leia mais:

Casa do Lago é inaugurada na Riviera XIII
Casa do Lago é inaugurada na Riviera XIII

Casa do Lago é inaugurada na Riviera XIII

Com decoração rústica e comida típica caipira, o local resgata o ambiente de fazenda e é mais uma opção para quem aprecia o clima do interior.

27 de Abril de 2017

Trapiche: um espaço para relaxar no Santa Bárbara
Trapiche: um espaço para relaxar no Santa Bárbara

Trapiche: um espaço para relaxar no Santa Bárbara

O local, que possui rampa para descida de barcos não motorizados, funciona também como um espaço de lazer e convivência à beira do lago. 

26 de Abril de 2017

Momentum
Voltar ao topo
SUCESSO 
 
texto
mensagem
texto