Como decorar o cantinho do pet

Planejar o espaço do seu bichinho é tão importante quanto planejar o design da sua casa. Anote as dicas.

26/09/2013

Como decorar o cantinho do pet

 

Para alguns, os animais de estimação são como membros da família; vivem dentro de casa e dividem o mesmo espaço com adultos e crianças. Preparar um cantinho especial com os acessórios pode estar incorporado à decoração, sem comprometer o estilo da residência.

Por isso, planejar o espaço do seu bichinho é tão importante quanto planejar o design da sua casa. Anote as dicas:

Cães e gatos

Para os cachorrinhos o ideal é que o seu canto seja perto da janela. Eles precisam de um espaço bem ventilado, evitando odores pela casa.

Para o local parecer mais limpo e higiênico recomenda-se o uso de tons intermediários, entre o claro e o escuro, por exemplo: azul royal, amarelo, marrom e verde. As cores podem ser usadas na parede ou nos acessórios de decoração.

Além da cama, cachorros adoram almofadas e brinquedos sempre por perto. Mantenha uma cesta para guardá-los quando ele não estiver brincando.

Os felinos tendem a arranhar a mobília, precisam afiar as unhas e procuram o que estiver pela frente. A superfície dá oportunidade de eliminar as unhas velhas, renovando as garras, além de promover o relaxamento e eliminar o estresse. Como eles não entendem a diferença entre o seu sofá e o pé da mesa de centro, providencie arranhadores – que podem ser de chão ou presos na parede.

Uma dica para quem tem um bom espaço é distribuir caminhos feitos com madeira e suporte na parede, que parecem prateleiras. Isso ajudará a evitar que eles subam nos móveis da casa. Gatos adoram lugares altos e vão se deliciar com a aventura!.

Hoje em dia a maioria dos bichinhos tem cuidados especiais no Pet shop, que vão do banho e tosa até aquele perfume gostoso que encanta a todos. Mas isso não significa que você não deva manter essa atenção em casa.

Tenha sempre uma caixinha com material necessário, como xampu, escova, lacinhos e primeiros socorros, caso necessário.

Cães ou gatos gostam de tirar aquela sonequinha entre as mil e uma brincadeiras. Camas embutidas na cozinha, no quarto e na sala resultam em um senso de estilo refinado ao ambiente. Além disso, o animalzinho ganha, em cada cômodo, um cantinho confortável para descansar.

Para o uso do banheiro dos gatos, pequena abertura na parede mantém a caixa em uma posição estratégica, sem comprometer o restante da decoração do cômodo.

Cachorros preferem passear para fazer suas necessidades, caso contrário, precisam de um local privado para depositar sua sujeira.

Os animais domésticos precisam de exercícios, brincadeiras e interação social. Reserve uma área para o relaxamento e distração do bichinho. Cachorros gostam de brincar ao ar livre, reserve um horário para estar com eles no quintal ou leve-os para passear nos lugares em contato com a natureza. Gatos apreciam o sossego do lar e pequenos brinquedos para distração. Evite pisos escorregadios. Esse é um fator essencial para não prejudicar os bichos.
O carpete é aconchegante, mas nem sempre representa a melhor opção para quem busca facilidades na limpeza.

Em decorrência disso é fundamental adotar materiais com resistência para decorar os cômodos, sem perder o charme.

Peixes

Mais do que tornar o ambiente bonito, um aquário em casa ajuda a promover a calma e o relaxamento. Por ser uma paisagem sempre em movimento, colorida e diferente, o aquário sempre atrai os olhares dos que estão a sua volta.

Evite coloca-lo em local que bata sol, pois a água e o vidro logo ficam de cor verde, e a água pode esquentar mais do que o suportável pelos peixes.

Escolha o local de melhor facilidade para seu transporte e limpeza e evite lugares baixos se tiver criança pequena. Aproveite e as ensine a responsabilidade que é ter um bichinho, desde alimentá-lo até a limpeza do aquário.

O Aquário também pode ser usado como divisão entre os ambientes, em vez de paredes. Incorporados a móveis, como mesas de centro ou estantes, podem ainda criar um efeito inesperado e de grande apelo estético no ambiente.

As pedras e cascalhos no fundo além de decorativos ajudam a filtrar a água e a fixar as plantas. Quando naturais, as plantas aumentam a população da microfauna que serve de alimento para os peixes.
Algumas espécies fáceis de cuidar são vallisneria, rabo de raposa e elódea. Os enfeites decoram e funcionam como esconderijos para os peixes se sentirem seguros.

Uma boa iluminação delimitará o seu espaço e destacará a beleza das águas com os peixes.
São as espécies que determinam as cores das luzes. As azuis são ideais para peixes marinhos, enquanto as rosas são indicadas para kinguios (popular Peixe-dourado), espadas e platis (espécie da família do peixe Molinésias). Já as brancas são usadas em aquários de peixes tropicais.

Separe a cada quinze dias ao menos uma hora para a limpeza do aquário.

Gostou das dicas? Compartilhe com a gente o cantinho do seu pet.

 



 

leia mais:

Folhagens grandes para o paisagismo
Folhagens grandes para o paisagismo

Folhagens grandes para o paisagismo

Permita-se Viver traz dicas sobre espécies que podem ser usadas no jardim da sua casa de campo.

19 de Novembro de 2019

Casa do Lago é inaugurada na Riviera XIII
Casa do Lago é inaugurada na Riviera XIII

Casa do Lago é inaugurada na Riviera XIII

Com decoração rústica e comida típica caipira, o local resgata o ambiente de fazenda e é mais uma opção para quem aprecia o clima do interior.

27 de Abril de 2017

Momentum
Voltar ao topo
SUCESSO 
 
texto
mensagem
texto