Mês dos professores: é tempo de se reinventar

Para continuar ensinando em meio à pandemia, profissionais da região dos empreendimentos administrados pela Momentum tiveram que se adaptar.

26/10/2020

Mês dos professores: é tempo de se reinventar

Em 2020 comemoramos o mês dos professores em um cenário ímpar. A pandemia do coronavírus mudou as práticas pedagógicas, acelerou ainda mais a digitalização e trouxe muitos desafios sem aviso prévio. Mas tempos difíceis deixam grandes aprendizados, certo? E, segundo a Gilma Maria, professora há 16 anos, o maior deles é a certeza de que “o professor, independentemente do que aconteça, faz a educação acontecer. Ele se reinventa quantas vezes for preciso”.

Neste processo de se reinventar, a Adriana Moraes, professora há quase 28 anos, que atualmente leciona no 5° ano do Ensino Fundamental da Estância Turística de Paranapanema, contou ao Blog Permita-se Viver: “Tivemos que mudar muitas coisas da nossa rotina, porque perdemos o contato diário. Criamos um grupo de WhatsApp com os alunos e os pais. Eu gravo vídeos com as atividades e também com explicações de questões de mais dificuldade para eles, faço vídeo chamadas e duas lives por semana para tirar dúvidas [...] Na minha casa eu montei, em um dos quartos, uma mini sala de aula, com uma lousa adaptada. Contratei uma internet mais veloz para melhorar a qualidade das lives e também comprei um microfone, para fazer com que esse processo todo acontecesse”. 
 
SOBRE O FUTURO

Segundo dados da UNESCO, no Brasil, 81,9% dos alunos da Educação Básica deixaram de frequentar as instituições de ensino devido à pandemia. Isso representa cerca de 39 milhões de estudantes.

Para a professora Adriana Moraes, esse distanciamento, apesar de necessário, aumentou muito o número de alunos com defasagem curricular: “Vamos precisar de muito investimento em trabalhos paralelos de reforço, com atividades voltadas para recuperação de habilidades que ficaram fragilizadas. Se a partir do ano que vem o governo do estado e as prefeituras municipais não fizerem esse trabalho de recuperação, os alunos vão carregar essas dificuldades para o resto da vida”, afirmou.

Em função do fechamento das escolas municipais, os programas Prêmio Professor Exemplar, Olimpíadas Literárias e Olimpíadas do Tabuleiro, desenvolvidos pelo Instituto Rubens Meneghetti – braço social da Momentum – foram suspensos até o fim deste ano letivo. Mas a expectativa pela retomada é grande, como também comentou a Adriana “Estamos todos ansiosos. O IRM valoriza nosso trabalho e é mais um motivo para voltarmos para a sala de aula. Nossos sonhos não foram cancelados, foram apenas adiados”.

As aulas presenciais de todos os sete municípios em que o IRM atua – Águas de Santa Bárbara, Arandu, Itaí, Quadra, Paranapanema, Pardinho e Porangaba – estão suspensas até 2021, segundo decretos municipais.

leia mais:

Momentum valoriza trabalho dos professores com projetos do IRM
Momentum valoriza trabalho dos professores com projetos do IRM

Momentum valoriza trabalho dos professores com projetos do IRM

Ações realizadas pelo IRM - INSTITUTO RUBENS MENEGHETTI destacam a importância do profissional ao promover o aperfeiçoamento do ensino fundamental em escolas públicas.

16 de Outubro de 2017

Momentum
Voltar ao topo
SUCESSO 
 
texto
mensagem
texto