Pisos antiderrapantes para área da piscina
Você está em: Home Momentum > Dicas de Decoração > Pisos antiderrapantes para área da piscina

Dicas de Decoração

Compartilhe:

Pisos antiderrapantes para área da piscina.


Em casas com áreas de lazer e espaços externos, a escolha do revestimento para o piso deve ser  bem estudada. O revestimento precisa ser adequado às necessidades, ser resistente e acompanhar o padrão da casa.

Ao escolher, prefira materiais antiderrapantes, atérmicos, com durabilidade e resistência ao sol e chuva. Na área da piscina, o cuidado deve ser maior. Este espaço sempre está molhado e por isso não pode ser escorregadio.

Até pouco tempo, a pedra era o revestimento mais procurado para este uso, mas, atualmente, há opções em peças cimentícias, decks de madeira, cerâmicos e porcelanatos, fulget e emborrachados.

visualizador visualizador visualizador visualizador visualizador

 

 

 

 


Conheça as características de cada material:

Pedras: 

As pedras decoram e formam espaços bonitos, que combinam muito bem com o verde dos jardins e a água das piscinas. Naturalmente irregulares e antiderrapantes, elas dão segurança para a área da piscina.

Existem muitas opções de tamanho, tons e texturas. As pedras mais utilizadas para essa finalidade são a mineira e a São Tomé. As duas são antiderrapantes e antitérmicas. As pedras do tipo Goiás também são muito utilizadas, mas são um pouco mais lisas do que as outras.

Bem mais sofisticada, outra boa escolha é o mármore travertino bruto, que por ser claro, não esquenta.

Ele é rústico e bonito, mas para esta finalidade, é necessário que seja levigado (acabamento com efeito antiderrapante). Também é preciso fazer uma impermeabilização no contrapiso e nas peças durante a colocação. Como é poroso, a limpeza deve ser constante para a pedra não escurecer.

Por último, é possível também utilizar qualquer tipo de granito com acabamento apicoado ou flameado, (tratamentos aplicados à superfície da pedra para desgastá-la e torná-la super anti-derrapante). Com esse tratamento, as pedras ficam com uma cor menos realçada e mais homogênea. Até os granitos mais desenhados ficam com um visual bonito.

 
Cimentícios Atérmicos:

São produtos formulados à base de cimento especialmente para áreas externas e apresentam resistência para suportar fatores climáticos. Para bordas de piscinas e áreas próximas, os pisos cimentícios são uma excelente opção.

Não aquecem quando expostos ao sol, devido ao pó de mármore utilizado em sua constituição. Além disso, são indicados, pois possuem estrutura antiderrapante. Requerem limpeza frequente, com o auxílio de uma lavadora de alta pressão. Esta é uma boa opção, pois existe uma variedade grande de tamanhos, cores e acabamentos com custo benefício bastante favorável.


Decks de madeira:

Além de muito bonito, o deck de madeira é também antiderrapante. Requer uma boa manutenção para sua durabilidade e resistência. Para isto, é indicada a aplicação de vernizes náuticos duas vezes por ano.

De madeira ecológica, aparecem nas piscinas de todo o mundo. Em geral, existe uma borda de piscina em pedra e o deck fica recuado ou sobre esta borda.

As madeiras mais utilizadas para deck são o Cumaru e o Ipê. Faça uma pesquisa em empresas de assoalhos e decks a respeito da madeira correta para a sua casa. Há também opção de decks já prontos, que são industrializdos e de fácil aplicação.

Decks suportam as condições de uma área externa com piscina e não precisam de contra piso para a sua instalação, mantendo as áreas externas permeáveis.

Cerâmicas e Porcelanatos:

As cerâmicas e porcelanatos também são opções interessantes e muito diversificadas para bordas de piscinas.

Existem materiais de alta tecnologia, especificamente desenvolvidos para piscinas profissionais e de lazer.

Porcelanatos também podem dar um excelente acabamento para sua piscina, mas é necessário observar as qualidades térmicas e a superfície do material, que não pode ser lisa.

Cerâmicas são tradicionalmente utilizadas em bordas de piscina, mas é necessário ter cuidado com o tipo de argamassa de assentamento, buscando sempre um material bastante resistente e um bom assentamento para evitar que, com o passar dos anos, as peças quebrem suas bordas e fiquem perigosas para o uso.

As cerâmicas mais rústicas também são uma opção interessante para bordas, compondo com algum material que faça a interligação com a água.

O importante de se ter em mente, ao imaginar como será sua piscina, é que ela não precisa ter apenas um material, ou ter a mesma dimensão ao redor de toda a área de água. Variações de dimensões e composições com materiais diferentes são bem-vindas.


Fulget:

Piso Fulget é um piso totalmente áspero e antiderrapante. Tem pequenas irregularidades e um aspecto rústico. Indicado para áreas externas, ele é moderno e bonito, e pode ser aplicado com composição de pedriscos de cores e proporções variadas, possibilitando diferentes resultados. É possível fazer amostras no local para definição dessa composição de cores.


Emborrachados:

Não é bonito, mas é muito seguro. Indicado para degraus externos e rampas. Uma peça ou outra na área de lazer pode ajudar muito.

 

Por Bianca Duarte, Arquiteta

Fontes das Imagens:
goyaslimp.blogspot.com
caregnatopiscinas.com.br
smarta.com.br
designceramico.com.br